VBIO

Dúvidas

Quem é a VBIO?

VBIO é a sigla para Vitrine de Oportunidades de Investimento na Biodiversidade Brasileira. Na prática, somos uma plataforma on-line que viabiliza a interação entre projetos ambientais e empresas que gostariam de apoiar iniciativas desta natureza por interesse espontâneo ou para atenderem demandas corporativas e legais. Em resumo, unimos atores sociais engajados em criar um mundo melhor. Por se tratar de um universo abrangente em termos de possibilidades, nosso foco, neste momento, está voltado para: conservação e uso sustentável da Biodiversidade Brasileira, valorização dos conhecimentos tradicionais e transferência tecnológica.

A VBIO é formada por profissionais apaixonados pelas riquezas naturais e culturais Brasileiras. Esse é, aliás, o nosso principal combustível na busca de ótimos projetos que se enquadram nas diversas práticas das empresas e que, ao mesmo tempo, beneficiam as nossas vidas e a das futuras gerações.

Durante todo o processo – da submissão ao monitoramento de resultados –, estamos lado a lado de apoiadores e apoiados, alinhando e direcionando todos os envolvidos em torno de nobres propósitos: conservação da Biodiversidade Brasileira, valorização da cultura e dos saberes tradicionais de forma a contribuir para o desenvolvimento das comunidades locais e possibilitar a transferência de tecnologia entre diferentes atores.

É importante ter claro que a VBIO não elabora e nem operacionaliza os projetos apresentados em sua pioneira Vitrine. Para isso, contamos com uma rede de parceiros responsáveis pela idealização e operacionalização dos projetos. Nosso papel é o de aproximar apoiadores e proponentes de projetos através de uma ferramenta moderna, segura, de fácil uso e de grande visibilidade.

Quem pode acessar a VBIO?

A VBIO é uma ferramenta do tipo business to business. Ou seja, foi pensada para intermediar o relacionamento entre duas organizações constituídas legalmente. Por este motivo, só poderão acessar a vitrine as chamadas Pessoas Jurídicas, sejam elas de direito público ou privado.

Abaixo, apresentamos alguns exemplos de instituições que podem fazer parte da VBIO, tanto como apoiadoras quanto como proponentes:

  • Universidades
  • Instituições de pesquisa
  • Organizações não governamentais - ONGs
  • Empresas privadas
  • Associações e cooperativas locais
  • Entidades organizadas de representação de populações tradicionais

Não existem limites ou critérios societários, contudo estão fora do escopo da VBIO aquelas que, por sua natureza ou restrição legal, não atendam aos requisitos de habilitação ou não estejam aptas para elaborar, propor, executar ou apoiar um projeto.

Quais são as taxas da VBIO?

O objetivo da VBIO é o de expandir ao máximo a sua abrangência. Por isso, estabelecemos que teremos apenas uma comissão fixada em 18% do valor captado pelos projetos que tiverem êxito na Vitrine. Em outras palavras, os projetos que estiverem em exposição e não baterem a meta não precisarão direcionar nenhum valor à VBIO. Seremos remunerados à medida em que os projetos forem concretizados.

O que é a Lei 13.123/2015 e o que ela dispõe sobre a repartição de benefícios?

O acesso ao patrimônio genético e ao conhecimento tradicional associado no Brasil é regulamentado pela Lei 13.123/2015 e Decreto 8.772/2016, também conhecida como Lei da Biodiversidade, em vigor desde novembro de 2015. Na prática, ela estabelece parâmetros para a repartição dos benefícios gerados pela exploração econômica de produtos da Biodiversidade Brasileira. Assim, Pessoas Físicas ou Jurídicas que realizam pesquisa ou desenvolvimento tecnológico com ativos da Biodiversidade Brasileira precisam cadastrá-los no Sistema Nacional de Gestão do Patrimônio Genético, o SisGen, que acompanha todo o processo a partir de então.

A repartição justa e equitativa dos resultados obtidos pela exploração econômica pode ocorrer pelo repasse de verbas ou por meio do apoio a outras iniciativas também incorporadas pela VBIO. A primeira alternativa consiste no depósito de 1% da receita líquida ao Fundo Nacional de Repartição de Benefícios, o FNRB, que é estruturado pelo Ministério do Meio Ambiente. Já a segunda, em destinar 0,75% deste total para projetos socioambientais.

Para garantir que a nossa atuação se enquadre nesta norma, utilizamos o selo da Repartição de Benefícios para sinalizar os projetos ligados ao acesso ao patrimônio genético e ao conhecimento tradicional associado disponíveis para os apoiadores da Vitrine. Desta forma, se quiser localizá-los, basta buscar pela imagem ao lado ou pelo filtro de “Repartição de Benefícios”.

Como faço para acompanhar os projetos apoiados pela minha empresa?

Para que a sua experiência de apoio à conservação da Biodiversidade Brasileira e da valorização da cultura e dos saberes tradicionais possa ser acompanhada de forma integral, a VBIO disponibiliza um painel de controle exclusivo aos seus usuários. Por meio dele, sua empresa terá acesso a conteúdos diversos, que permitem o entendimento amplo de ações que envolvem os projetos escolhidos. De relatórios de performance à prestação de contas, todas as informações que você precisa estarão lá. Um detalhe importante: todas as suas ações no sistema só poderão ser realizadas mediante utilização de login e senha específicos, criados no momento do cadastro.

Eu posso apoiar diferentes projetos comprando diferentes cotas?

Sim, sem problemas. Aliás, um dos grandes diferenciais da VBIO é a sua versatilidade na composição de um portfólio de investimentos por parte da sua organização. O nosso grande objetivo é promover o encontro entre proponentes e apoiadores que visem a proteção e a conservação da Biodiversidade Brasileira, permitindo que boas ideias saiam do papel!

Como recebo as minhas gratificações de um projeto apoiado?

Esta é uma excelente pergunta e sua resposta deve constar no contrato assinado entre a empresa apoiadora e os proponentes do projeto apoiado. É preciso ter em mente que as gratificações são uma demonstração do agradecimento pela parceria e, nesse sentido, todos os detalhes como o tipo de gratificação e o prazo de sua entrega devem ser estabelecidos previamente entre os envolvidos.

Há mínimos e máximos para o valor e o número de cotas?

Pensando nas ações que envolvem os projetos para conservação da Biodiversidade, a VBIO estabelece um valor mínimo de R$ 5.000,00 para as cotas. Alguns projetos podem ter a cota mínima definida em valor maior por seu proponente. No entanto, não estipulamos um valor máximo, mas é importante refletir sobre o fato de que quanto mais altos forem os valores, maior será o desafio de receber os aportes, o que impacta diretamente no potencial de concretização do projeto. Em relação ao número de cotas, o critério básico a ser levado em conta é: quantos parceiros o proponente deseja ter? A VBIO não impõe restrições para este caso.

Qual o prazo para apresentação dos projetos na vitrine? Eles poderão ser inseridos ao longo de todo ano?

A VBIO está aberta para receber o seu projeto a qualquer momento! Não temos datas preestabelecidas, apenas o desejo de viabilizar iniciativas que se alinhem a um mesmo pensamento: o de valorização da Biodiversidade no Brasil. Todos os projetos submetidos serão avaliados por nosso time de especialistas respeitando a ordem de apresentação.

É possível inscrever um projeto que já está em execução?

Sim, sem problemas. A Vitrine também está aberta para os projetos que já se encontram em andamento e desejam ampliar suas ações. Para mantermos um nível de excelência em termos de transparência, nossa única exigência é de que a proposta expresse claramente o andamento do projeto até o momento e o que será feito com os recursos captados por meio da Vitrine.

Depois de lançado um projeto, posso realizar modificações ao longo do tempo?

Tendo em vista a segurança e a credibilidade dos projetos e apoiadores da Vitrine, a VBIO não autoriza os proponentes a realizarem modificações sem análise e consentimento prévio das organizações que já tiverem adquirido suas cotas, além da equipe de especialistas da própria Vitrine. Entre os itens que serão avaliados rigorosamente, estão: informações a respeito do valor a ser arrecadado, tipo de captação, prazo e gratificações. As instituições que tiverem algum problema para manterem suas iniciativas em andamento devem procurar o nosso time para que, juntos, possamos encontrar as melhores alternativas.

Para outras dúvidas entre em contato: